Sábado (Sétimo dia) ou domingo (primeiro dia)???

Sua hora com JESUS!

quarta-feira, 2 de maio de 2018

PARASHÁT Nº 31 EMÓR 2º CICLO ANO 5778.2018.

ACINEB
   עמותת קהילת ישראלי בצפון בברזיל
עָמוֹתֶת קְהִילַת יִשׂרָאֶלִי בְּצָפוֹן בְּבַּרזִיל:
Associação Comunidade Israelita
               no Nordeste do Brasil.        
CNPJ 24.564.223/0001-40
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL: - Agência 2346 – Operação 003 – C/C 3327-0.



SEDE: EM BELO JARDIM – PERNAMBUCO – BRASIL.
Rua: Sebastião Rodrigues da Costa, 91 – CEP 55155-730 – Bairro: São Pedro.
E-mail: acineb@hotmail.com - Tel.: (87) 9.9756-5929.
EM RECIFE: REGIÃO METROPOLITANA “JABOATÃO DOS GUARARAPES” – PE
Avenida: General Manoel Rabelo, 5300 – Bairro: Sucupira.
Contato: Autoescola Especial – Tel.: (81) 3251-2442.
EM CARUARU: Rua Reginaldo França, 75 Bairro: José Carlos de Oliveira - Tel.: (81) 99857-9799).

אֲנִי מַאֲמִין בֶּאֱמוּנָה שְׁלֵמָה בְּבִיאַת הַמָּשִׁיחַ בֶּן-דָּוִד, וְאַף עַל פִּי שֶׁיִּתְמַהְמֵהַּ, עִם כָּל זֶה אֲחַכֶּה לּוֹ בְּכָל יוֹם שֶׁיָּבוֹא:
Sábado, 5 de maio de 2018.  [SHABAT, 20 Iyar 5778.]  5778ְֵאִיָּר,  20  שַׁבָּת,
אֲנִי מַאֲמִין בֶּאֱמוּנָה שְׁלֵמָה בְּבִיאַת הַמָּשִׁיחַ בֶּן-דָּוִד, וְאַף עַל פִּי שֶׁיִּתְמַהְמֵהַּ, עִם כָּל זֶה אֲחַכֶּה לּוֹ בְּכָל יוֹם שֶׁיָּבוֹא:

         Eu creio com confiança completa na volta do Mashiach ben’David,
por mais que ele demore esperarei a sua volta, cada dia”.
“VIVER A TORAH
É VIVER OS TEMPOS DE MASHIACH
AQUI E AGORA”.
פָּרָשָׁת אֱמוֹר  -  “PARASHÁT EMÓR”
PORÇÃ0 SEMANAL: Nº 31 “FALA”.
2º CICLO TRIENAL * ANO 5778/2018.
סֵפֶר וַיִּקְרָא:  SÊFER VAYICRÁ” * LIVRO DE LEVÍTICO * Lv 22:17-23:22.
מַפְטִיר וַיִּקְרָא  MAFTIR VAYICRÁFINALIZAÇÃO LEVÍTICO – Lv 23:19-22.
הַפְטָרָה נְּבִיאִים  “HAFTARÁ NEVIÍM” A Leitura dos Profetas:
הַפְטָרָה סֵפֶרְ יְחֶזְקֵאל  - ”HAFTARÁ YECHEZKEL”  [Ez 44:15-31].
תְּהְילִים    Tehilim” [Sl 42]

יהושע יונה בן-אברהם    ראש
rosh.yehoshua.pe@gmail.com /Tel.: (81) 9.9756-5929.

ישראל בן-אברהם  ראש
Tel.: (81) 9.9948-7891.

ברוך בן-ישראל זקן
Na Paraíba - baruch91@live.com
Tel.: (83) 9.9684-8250.


Em Caruaru - patrick.markazel@gmail.com /Tel.: (81) 9.9857-9799.

אֲנִי מַאֲמִין בֶּאֱמוּנָה שְׁלֵמָה בְּבִיאַת הַמָּשִׁיחַ בֶּן-דָּוִד, וְאַף עַל פִּי שֶׁיִּתְמַהְמֵהַּ, עִם כָּל זֶה אֲחַכֶּה לּוֹ בְּכָל יוֹם שֶׁיָּבוֹא:
A maioria dos comentários dos versículos, de cada Aliyah, será transcrita da TORAH-Rashi: com comentário do mesmo / traduzido por Yaacov Nurkin S. Paulo: Maayanot, 2015. A TORATI / Jorge Dzialowski Diaconescu. – S. Paulo: Maayanot, 2007. E os demais serão citados abaixo de cada texto.
Leitura e Estudo da Porção Semanal Referente ao 2º Ciclo Trienal:

Obs.: Este esboço, não traz consigo novidades e nenhuma teoria pessoal. Minha intenção é apenas transmitir e, sobretudo oportunizar a todos aqueles que desejam viver de forma transparente e simples, o ponto de vista milenar dos nossos estudiosos da TORAH: a opinião de nossos sábios, as atitudes dos nossos Tzadikim [Justos] e do nosso Rabi Yeshua ben’David; com o objetivo de internalizar, facilitar o estudo e a prática da TORAH no nosso dia-a-dia.  Quanto às fontes e referências citadas, neste esboço, estão registradas; permitindo assim aos interessados consultar os textos originais.   Rosh Yehoshua Yonah ben’Avraham.
  פָּרָשָׁת אֱמוֹר:  PARASHÁT EMÓR.
PORÇÃO SEMANAL: Nº 31 “FALA” * 2º CICLO TRIENAL ANO 5778/2018.
תּוֹרָה “TORAH” - סֵפֶר וַיִּקְרָא  “Sêfer Vayicrá”  Livro de Levítico 22:17-23:22.

יְמֵי הַשָׁבוּעַ
עֲלִיּוֹת
וַיִּקְרָא  סֵפֶר


Os dias da semana
Porções/  
Subporções
“Sêfer Vayicrá”
Livro de Levítico


1º Yom rishôn
יוֹם רִאשׁוֹן
   
Aliyah
22:17-20


2º Yom shení
יוֹם שֵׁנִי
 
עֲלִיָּה
22:21-25


3º Yom shlishí
יוֹם שְׁלִישִי
עֲלִיָּה
22:26-33


4º Yom revií
יוֹם רְבִיעִי
עֲלִיָּה
23:1-3


5º Yom chamishí
יוֹם חֲמִישִׁי
עֲלִיָּה
23:4-8


6º Yom shishí
יוֹם שִׁשִי
עֲלִיָּה
23:9-14


SHABAT
שַׁבָּת
עֲלִיָּה
23:15-22


O MOMENTO DE ADORAÇÃO:
É um encontro imediato com D’us.
O lugar onde não se fala de D’us,
Mas se fala a D’us.
No qual não se pensa em D’us,
Mas se pensa diante de D’us.
Onde D’us não é um ser de reflexão,
Mas o Ser que nos dirige a PALAVRA.
MAFTIR
Vayicrá
[Lv 23:19-22]

     מַפְטִיר  וַיִּקְרָא 

HAFTARÁ
Yechezkel
[Ez 44:15-31 pág 366]
 הַפְטָרָה יְחֶזְקֵאל
Tehilim [Sl 42]
תְּהְילִים
P A N O R A M A    G E R A L :    
פָּרָשָׁת אֱמוֹר:   PARASHÁT EMÓR.
PORÇÃO SEMANAL: Nº 31 “FALA” 2º CICLO TRIENAL ANO 5778/2018.
תּוֹרָה “TORAH” - סֵפֶר וַיִּקְרָא  “Sêfer Vayicrá”  Livro de Levítico 22:17-23:22.
ATENÇÃO!
Este esboço que pretende auxiliar o estudo da TORAH contém termos sagrados; trate esta impressão com o devido respeito.
Seguindo os passos da ordem dada na porção da semana anterior “a toda a população judaica para ser santa”.
A Parashát Emór (Vayicrá 21:1-24:23) começa discutindo várias Leis dirigidas especificamente aos Cohanim e ao Cohen Gadol, cujo serviço Divino exige que mantenham um alto padrão de pureza.
Ela contém a ordem para que o Cohen abstenha-se de ficar ritualmente impuro através do contato com um corpo morto (exceto parentes próximos) e aumenta as restrições sobre quem poderiam desposar.
A porção cita defeitos físicos que impedem um Cohen de realizar seu trabalho no Templo Sagrado, a menos que se cure.
O assunto então se volta à nação inteira: qualquer um que esteja Tamê, impuro, recebe ordens de afastar-se dos locais e coisas que sejam especialmente sagradas.
Após discutir as Leis de Terumá (a pequena porcentagem de comida que deve ser separada da colheita na Terra de Israel e dada a um Cohen, antes que a porção restante possa ser comida).
E as várias imperfeições que tornam uma oferenda inadequada, somos advertidos a ser cuidadosos para não profanar o Nome de D’us e, ao contrário, santificá-Lo a todo custo.
A TORAH continua a discutir os festivais do ano (Pêssach, Shavuot, Rosh Hashaná, Yom Kipur, Sucot e Sheminí Atzêret, seguidas pelas duas Mitzvót constantes mantidas no Mishcan:
O acendimento da Menorá todos os dias;
E a exibição de Léchem Hapanim a cada semana.
A porção termina com o horrível incidente de um homem que amaldiçoou o Nome de D’us e foi punido com a pena de morte por ordem Divina. [© Direitos Autorais, todos os direitos reservados. O conteúdo desta página é fornecido por nosso parceiro de conteúdo, Chabad.org. Se você gostou deste artigo, nós encorajamos você a distribuí-lo ainda mais, desde que cumpra com Chabad.org da política de direitos autorais].  

ֲנִי מַאֲמִין בֶּאֱמוּנָה שְׁלֵמָה בְּבִיאַת הַמָּשִׁיחַ בֶּן-דָּוִד, וְאַף עַל פִּי שֶׁיִּתְמַהְמֵהַּ, עִם כָּל זֶה אֲחַכֶּה לּוֹ בְּכָל יוֹם שֶׁיָּבוֹא:

E S T U D O   D A   T O R A H

Antes de estudar a TORAH se deve abençoar:
בָּרוּךְ אַתָּה הַשֵּׁם, אֱלֹהֵינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם, אֲשֶׁר קִדְּשָׁנוּ בְּמִצְוֹתָיו, וְצִוָּנוּ עַל דִּבְרֵי תוֹרָה:
וְהַעֲרֶב-נָא הַשֵּׁם אֱלֹהֵינוּ, אֶת דִּבְרֵי תוֹרָתְךָ בְּפִינוּ וּבְפִיפִיוֹת עַמְּךָ בֵּית יִשְׂרָאֵל:
וְנִהְיֶה אֲנַחְוּ וְצֶאֱצָאֵינוּ, וְצֶאֱצָאֵי צֶאֱצָאֵינוּ כֻּלָּנוּ יוֹדְעֵי שְׁמֶךָ, וְלוֹמְדֵי תוֹרָתְךָ לִשְׁמָה:
בָּרוּךְ אַתָּה הַשֵּם, הַמְּלֵמֵּד תּוֹרָה לְעַמּוֹ יִשְׂרָאֵל:


Baruch atá Adonai, Eloheinu mélech haolam, asher kideshánu bemitzvotáv, vetzivánu al divrei Torah. Vehaarév na Adonai Eloheinu et divrei toratechá befínu uvefifiôt amécha Beit Yisrael, venihié anáchnu vetzeetzaeinu vetzeetzaei tzeetzaeinu culánu iodeei shemecha velondei toratechá lishmá. Baruch atá Adonai, hamelameid TORAH leamô Yisrael.

Bendito sejas Tu, HASHEM, nosso D’us, Rei do Universo, que nos santificaste com os Teus Mandamentos e nos ordenaste Estudar as Palavras da TORAH. Rogamos-Te, HASHEM, nosso D’us, tornar agradáveis as palavras da Tua TORAH em nossa boca e na do Teu povo, a Casa de Israel. Assim sejamos nós, nossos descendentes e a descendência dos nossos descendentes, todos conhecedores do Teu Nome e Estudantes da Tua TORAH, pelo seu valor. Bendito sejas Tu, HASHEM, que ensinas a TORAH a Teu Povo Israel.
[SIDUR COMPLETO SEFARADI  – Editora Sêfer – p. 5].


 עֲלִיָּה22:17-20

  יח    דַּבֵּר      אֶל-אַהֲרֹן      וְאֶל-בָּנָיו,      וְאֶל      כָּל-בְּנֵי      יִשְׂרָאֵל, וְאָמַרְתָּ,      אֲלֵהֶם:     אִישׁ      אִישׁ      מִבֵּית      יִשְׂרָאֵל                וּמִן-הַגֵּר      בְּיִשְׂרָאֵל,      אֲשֶׁר      יַקְרִיב      קָרְבָּנוֹ           לְכָל-נִדְרֵיהֶם וּלְכָל-נִדְבוֹתָם,      אֲשֶׁר-יַקְרִיבוּ      לַהַשֵּׁם,      לְעֹלָה:
22:18  Daber      el-aharon      veel-banayv,      veel      kol-beney      yisrael,      veamartá,      alehem.      ish      ish      mibeyt      yisrael      umin-haguer      beyisrael,      asher      yakriv      karbanu     lechol-nidreyhem      ulchol-nidvotam,      asher-yakrivu      lahashem      LEOLÁ.
22:18  Fala     a Aharon,     e aos filhos dele,     e a     todos os filhos de     Israel,      e dirás      a eles:      cada      homem      dentre a casa de      Israel,      e dentre o “Guer” estrangeiro      em Israel,      que      apresentar      a oblação dele      por todos os votos deles                 e por todas as ofertas voluntárias deles      que apresentarem                    a hashem,      em sacrifício queimado por inteiro.
22:18  Fala a Aharon, a seus filhos e a todos os Filhos de Israel, e lhes dirás: O homem da casa de Israel e do peregrino em Israel, que oferecer seu sacrifício devido às suas promessas e às suas ofertas voluntárias oferecidas a HASHEM em oferta de elevação.
█► E DO PEREGRINO EM ISRAEL:
Ø Em hebraico: “Guer” - estrangeiro que habita em Israel, ou que vive em uma comunidade israelita, tem o mesmo “status” que o natural, quando à aceitação de sacrifícios de promessas ou holocaustos por D’us.
Y Isto denota o quanto é importante para D’us - que as pessoas considerem os “Guer” estrangeiros que vivem com elas como irmãos, com os mesmos direitos e deveres.
█► SUAS PROMESSAS: Que ocorrem quando uma pessoa diz: “Recebo sobre mim”.
Ø  Recebo sobre mim - isto configura um compromisso e, consequentemente, se o animal separado para ser ofertado for perdido ou sofrer prejuízo, ela deve cumprir sua promessa substituindo o animal em questão, uma vez que a obrigação recai sobre a pessoa e não sobre o animal, que ela havia sido, separado para ser ofertado.
█► SUAS OFERTAS: Que ocorrem quando uma pessoa diz: “Este é”.
Ø  Uma vez que sua declaração foi sobre o animal e sem assumir compromisso: - se o animal consagrado for perdido ou sofrer prejuízo, a pessoa não tem a obrigação de substituir o animal em questão.


 עֲלִיָּה22:21-25


  כב עַוֶּרֶת      אוֹ      שָׁבוּר      אוֹ-חָרוּץ      אוֹ-יַבֶּלֶת,      אוֹ      גָרָב    אוֹ    יַלֶּפֶת     לֹא-תַקְרִיבוּ      אֵלֶּה,      לַהַשֵּׁם;      וְאִשֶּׁה,     לֹא-תִתְּנוּ      מֵהֶם      עַל-הַמִּזְבֵּחַ      לַהַשֵּׁם:
22:22 Avéret      ô      shavur     ô-charutz     ô-yabélet,      ô      garav      ô      yaléfet      lô-takrivu      elé.      lashem;      veishé,    lô-titênu      mehem      al-hamizbechá      lahashem.
22:22 cegueira,      ou      aleijado,      ou defeito no olho,       ou no lábio,      ou       com sarna,      ou      impigem,       não apresenteis       estes      a hashem.
22:22 Cego, aleijado, com defeito no olho ou no lábio, com sarna ou com impigem, não oferecereis a HASHEM; e ofertas queimadas, não fareis destas coisas sobre o altar, a HASHEM.
█► CEGO: em hebraico: “Averet”, trata-se de um substantivo feminino proveniente da palavra “Ivaron”, aplicado ao animal, para dizer que o mesmo não deve ter o defeito da cegueira.
Ø A oferta cega - denota a irracionalidade que não nos deixa enxergar o próximo, suas necessidades, seus direitos.
Y Deve ser, portanto, evitada.
█► OFERECER ANIMAIS ALEIJADOS – simboliza demonstrar que não se sabe andar direito, não se sabe utilizar os instintos corretamente.
Ø Os instintos são importantes, mas desde que bem encaminhados.
█► DEFEITO NO OLHO – pode provocar distorções.
Ø Não devemos distorcer a realidade - achando que não pecamos quando, de fato, o fizemos.
Ø Também devemos ter consciência de que olhar o mundo de forma irracional - é uma distorção que pode trazer graves consequências, tanto para nós, quanto para quem nos cercam.
█► DEFEITO NO LÁBIO – simboliza expressar coisas erradas.
Ø  Quando se age irracionalmente - se expressa coisas que não condizem com comportamentos adequados.
█► SARNA E IMPIGEM – são doenças da pele.
Ø A pele, por sua vez, representa proteção.
Y Ao agirmos irracionalmente - estamos prejudicando a nossa proteção, que vem de D’us, pois estamos deixando de cumprir Seus Mandamentos.


 עֲלִיָּה22:26-33
 
  כז שׁוֹר      אוֹ-כֶשֶׂב      אוֹ-עֵז      כִּי      יִוָּלֵד,     וְהָיָה      שִׁבְעַת יָמִים       תַּחַת      אִמּוֹ;      וּמִיּוֹם       הַשְּׁמִינִי,      וָהָלְאָה, יֵרָצֶה,      לְקָרְבַּן      אִשֶּׁה      לַהַשֵּׁם:
22:27 shor      ô-chessev      ô-ez      ki      yivaled,      vehayá      shiv’at      yamim      tachat      imô;      umiyom      hasheminí,      vahal’á,      yeratzé      lekarban      ishé      lahashem.     
22:27 touro,      ou cordeiro      ou cabra,      que      for nascido,      estará      7 de      dias      atrás d      a mãe dele;      e no dia      o 8º,      e daí em diante,      será aceito      como oblação de      oferta queimada      a hashem.
22:27 O boi, o carneiro ou a cabra, quando nascerem, ficarão por 7 dias atrás de sua mãe, e do 8º dia em diante serão aceitos por sacrifício, como oferta queimada a HASHEM.
█► QUANDO NASCE: vem excluir um animal que nasceu de cesariana. {Chulin 38b}
Ø O fato de ficarem 7 dias perto das mães – faz com que os animais vivam todos os dias de uma semana.
Y Isto simboliza que eles devem “vivenciar” a Obra da Criação Divina.
Y Após este período, eles podem ser sacrificados a D’us, o que simboliza uma elevação espiritual.
█► SÓ SE CONSEGUE EXPERIMENTAR, UMA LEGÍTIMA, ELEVAÇÃO ESPIRITUAL - após se ter vivenciado a grandeza das Obras Divinas, reconhecendo D’us como único, só e Verdadeiro Criador e Mantenedor do Universo.


 עֲלִיָּה23:1-3
 
  ב דַּבֵּר      אֶל-בְּנֵי      יִשְׂרָאֵל,      וְאָמַרְתָּ      אֲלֵהֶם,      מוֹעֲדֵי הַשֵּׁם,      אֲשֶׁר-תִּקְרְאוּ      אֹתָם      מִקְרָאֵי      קֹדֶשׁ      אֵלֶּה  הֵם,      מוֹעֲדָי:
23:2 Daber      el-beney      Yisrael,      veamartá      alehem,      moadey      hashem      asher-tik’reu      otam      mik’raey     kodesh      elé     hem   moaday. 
23:2 Fala      aos filhos de      israel     e dirás      a eles:      as santas Convocações de      hashem      que convocareis      a eles      convocações de       santidade;      estas      elas                               nas Minhas datas fixas.
23:2 Fala aos Filhos de Israel e dize-lhes: as solenidades de HASHEM, que vós proclamareis como Santas Convocações, estas serão Minhas Solenidades fixas.
█► FALA AOS FILHOS DE ISRAEL... AS FESTIVIDADES DE HASHEM: designem as datas das festas de modo que todos do povo de Israel fiquem acostumados com elas.
Ø Proclamem os anos embolísmicos - a fim de que os judeus da diáspora que saíram de seu lugar, mas que ainda não chegaram, possam vir até Jerusalém para as festas. {Sifrá, Torat Cohanim 23:139, Levush Ha’orá. Mizrachi, Nachalat Yaacov, Sêfer Hazikaron}
Y O ano embolísmicos: é quando se acrescenta um mês a mais a ele, possibilita aos judeus chegarem a tempo.
Ü Nos anos seguintes, consequentemente, - eles não perderão a esperança de chegar a tempo e isto incentiva todos a fazerem a peregrinação até o Templo Sagrado.
Ø D’us determinou datas - que são Suas Solenidades e quer que as pessoas as compartilhem com Ele.
Y As alegrias são de ambas as partes: Ele, com as ofertas, e as pessoas, com as comemorações festivas.
Y Devemos sempre compartilhar com D’us os momentos de alegria - ofertando-Lhe orações de agradecimento e nos alegrando com os Seus festivais.
Ø Por serem santas – essas convocações aproximam de D’us quem as atende.
Y O Santíssimo, bendito seja Ele! - Oferece várias oportunidades para as pessoas se aproximarem d’Ele e gozarem de Sua presença.


 עֲלִיָּה23:4-8
 
  ה בַּחֹדֶשׁ      הָרִאשׁוֹן,      בְּאַרְבָּעָה      עָשָׂר      לַחֹדֶשׁ     בֵּין הָעַרְבָּיִם  פֶּסַח,      לַהַשֵּׁם:
23:5 bachodesh      harishon,      bearbaá      assar      lachodesh      beyn      haarbayim      Pêssach,      la’hashem.
23:5 no mês      o 1º      aos 14      xxx      do mês      entre                      os entardeceres;      Páscoa      de hashem.
23:5 No 1º mês, aos 14 dias do mês, à tarde, é Pêssach [Páscoa] para HASHEM.
█► NA TARDE: a partir da sexta hora do dia, contadas a partir do amanhecer, o que gira em torno de meio dia, até o anoitecer.
█► PÊSSACH PARA D’US: o oferecimento de um sacrifício que se chama Pêssach. {Beer Hetev}
Ø “Pêssach” pascoa – comemora a libertação do Egito.
Y No dia 14 de um mês lunar, que é o utilizado pelos Filhos de Israel, a Lua é cheia. É o máximo de claridade que pode haver numa noite.
Ø A liberdade deve ser utilizada para fornecer luz aos que estão nas trevas, ou com dificuldades.

 עֲלִיָּה23:9-14
 
  י דַּבֵּר      אֶל-בְּנֵי      יִשְׂרָאֵל,      וְאָמַרְתָּ      אֲלֵהֶם,      כִּי-תָבֹאוּ אֶל-הָאָרֶץ      אֲשֶׁר      אֲנִי      נֹתֵן      לָכֶם,      וּקְצַרְתֶּם        אֶת-קְצִירָהּ      וַהֲבֵאתֶם       אֶת-עֹמֶר      רֵאשִׁית      קְצִירְכֶם, אֶל-הַכֹּהֵן:
23:10 daber      el-beney      Yisrael,      veamartá      alehem,                   ki-tavo’u      el-haaretz      asher      noten      lachem,      uktzartem      et-ketzirá      vahavetem      et-ômer      reshit      ketzirchem,      el-hakohen.
23:10 fala      aos filhos de      israel      e dirás      a eles: Quando fordes      para a terra      que      eu      o que dá      para vós,      e colherdes      a colheita dela;      e trareis      o feixe de      a primícia d      a vossa colheita      ao sacerdote.
23:10 Fala aos Filhos de Israel e dize-lhes: quando vierdes à terra que EU vos dou e cortardes a sua ceifa, trareis ao sacerdote um Ômer das primícias de vossa ceifa.
█► DAS PRIMÍCIAS DE VOSSA CEIFA: a primeira da safra dos campos. {Sifrá, Siftei Chachamim, Menachot 71a}
█► UM ÔMER: uma medida equivalente a um décimo de uma efá (2,49 litros).
Ø Essa é a mesma medida em: “eles mediram um ômer”. Conforme Êxodo 16:18.
Y E [milagrosamente] ao medi-lo com o ômer: - o que havia recolhido mais [tinha exatamente um ômer por cabeça, ou seja] não tinha nada extra;
Y E o que havia recolhido pouco: - [também tinha exatamente um ômer por cabeça], nada lhe faltava [para completar a medida].
Y Cada um juntou - segundo quanto necessitava para alimentar-se.
Ø Dar a D’us – simboliza devolver-Lhe parte do que Ele nos proporciona.
Y É como saldar um empréstimo.
Y Ao determinar que sejam as primícias: - D’us assinala que os empréstimos devem ser saldados prioritariamente, tão logo se tenha condições de fazê-lo.

 עֲלִיָּה23:15-22
 
  כב    וּבְקֻצְרְכֶם      אֶת-קְצִיר      אַרְצְכֶם,      לֹא-תְכַלֶּה     פְּאַת       שָׂדְךָ      בְּקֻצְרֶךָ,      וְלֶקֶט      קְצִירְךָ,      לֹא תְלַקֵּט;      לֶעָנִי וְלַגֵּר      תַּעֲזֹב      אֹתָם,      אֲנִי       הַשֵּׁם      אֱלֹהֵיכֶם:
23:22 Uvcutzrechem      et-ketzir      artzchem,      lô-techalé      peat      sadchá      bekutzrechá,      veleket      kutzirchá,            telaket;      leaní      velaguer      taazôv      otam,      aní      hashem      eloheichem.
23:22 E no vosso colher      a colheta d      a vossa terra,      não concluirás      o canto d      o teu campo      no teu colher,      e a respiga d      a tua colheita       nem      respigarás;      para o pobre      e para o guer [estrangeiro]      deixarás      a eles,      eu      hashem,      o vosso d’us.
23:22 E quando cortardes a ceifa de vossa terra, não acabareis de segar o canto de vosso campo, nem colhereis a respiga de vossa ceifa; para o pobre e para o “Guer” [peregrino] os deixareis; EU Sou HASHEM, vosso D’us.
█► OS CANTOS APONTAM PARA TODAS AS DIREÇÕES: - simbolizam a ideia de expansão.
Ø Ao deixar os cantos dos campos para os pobres: estamos indicando a D’us que queremos que a expansão de nossas posses seja compartilhada com aqueles que mais necessitam.
Ø Não devemos “subir” na vida: - prejudicando os mais desafortunados.
Ø Aquilo que cai no chão – simboliza uma perda.
Y Muitas vezes as perdas materiais que sofremos - são Decisões Divinas, fazendo-nos auxiliar, mesmo que involuntariamente, os necessitados.
Y Não devemos ser “pães duros”, mas sim dar espontaneamente de nossos recursos aos necessitados.
Ø D’us compara o pobre ao “Guer” [estrangeiro que mora na terra].
Y Do mesmo modo que D’us quer que amemos o “Guer” peregrino - Ele quer que amemos o pobre e o tratemos com apreço e consideração.
█► Devemos cumprir os Mandamentos Divinos pelo simples fato de que é D’us Quem assim o quer. E Ele está atento a tudo.            
Depois de estudar a TORAH se deve abençoar:
בָּרוּךְ אַתָּה הַשֵּׁם, אֱלֹהֵינוּ מֶלֶךְ הָעוֹלָם, אֲשֶׁר בָּחַר בָּנוּ מִכָּל הָעַמִּים,
 וְנָתַן לָנוּ אֶת תּוֹרָתוֹ: בָּרוּךְ אַתָּה הַשֵּׁם, נוֹתֵן הַתּוֹרָה:

Baruch atá HASHEM, Eloheinu mélech haolam, asher báchar bánu mícol haamim,
Venátan lanu et Toratô. Baruch atá HASHEM, notên ha’TORAH.


Bendito sejas Tu, HASHEM, nosso D’us, Rei do Universo, que nos escolhestes dentre todos os povos e nos destes a Tua TORAH. Bendito sejas Tu, HASHEM, que outorga a TORAH.
[Sidur Completo SEFARADI - Editora Sêfer – p. 5] 
[Sidur Completo: Cadish Derabanan pág. 707]


Leituras e Estudos Diários para a Próxima Semana:
פרשיות בְּהַר-בְּחֻקֹּתַי:  PARASHYÓT BEHAR-BECHUCOTAI.
PORÇÃO SEMANAL: Nº 32/33 “NO MONTE/MEUS ESTATUTOS”
2º CICLO TRIENAL ANO 5778/2018.
תּוֹרָה “TORAH” - סֵפֶר וַיִּקְרָא  “Sêfer Vayicrá”  Livro de Levítico 25:39-26:46.

יְמֵי הַשָׁבוּעַ
עֲלִיּוֹת
וַיִּקְרָא  סֵפֶר


Os dias da semana
Porções/  
Subporções
“Sêfer Vayicrá”
Livro de Levítico


Yom rishôn
יוֹם רִאשׁוֹן
   
Aliyah
25:39-43


2º Yom shení
יוֹם שֵׁנִי
   
עֲלִיָּה
25:44-46


3º Yom shlishí
יוֹם שְׁלִישִי
עֲלִיָּה
25:27-54


4º Yom revií
יוֹם רְבִיעִי
עֲלִיָּה
25:55-26:2


5º Yom chamishí
יוֹם חֲמִישִׁי
עֲלִיָּה
26:3-5


6º Yom shishí
יוֹם שִׁשִי
עֲלִיָּה
26:6-9


SHABAT
שַׁבָּת
עֲלִיָּה
26:10-46


O MOMENTO DE ADORAÇÃO:
É um encontro imediato com D’us.
O lugar onde não se fala de D’us,
Mas se fala a D’us.
No qual não se pensa em D’us,
Mas se pensa diante de D’us.
Onde D’us não é um ser de reflexão,
Mas o Ser que nos dirige a PALAVRA.
MAFTIR
Vayicrá
[Lv 26:44-46]

     מַפְטִיר  וַיִּקְרָא 

HAFTARÁ
Yirmyáhu
[Jr 16:19-17:14 pág 382]
יִרְמְיָהוּ  הַפְטָרָה
Tehilim [Sl 105]
תְּהְילִים


TV NOVO TEMPO - AO VIVO!

Adams Roberto itens compartilhados

Arquivo do blog

Seguidores

Enquanto o Mundo gira, Leia o blog!

Hora - Quem está visitando?

Tempo - Horário - Calendário - Visitante

Como Está o Tempo?

Bíblia Hábil GRATUITA

HÁBIL Pessoal

HÁBIL (Empresarial)

Velocímetro - www.rjnet.com.br/

Velocimetro RJNET

PCWORLD - Fique Antenado!

Atualize-se com o UOL - 1

Atualize-se com o UOL -2

Atualize-se com o UOL - 3

Atualize-se com o UOL - 4

SÃO DEZ MANDAMENTOS – LEMBRA-TE? GUARDA-SE OS DEZ!

ÊXODO 20:3-17

1º MANDAMENTO

Não terás outros deuses diante de mim.

2º MANDAMENTO

Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra.

Não te encurvarás diante delas, nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.

E uso de misericórdia com milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos.

3º MANDAMENTO

Não tomarás o nome do Senhor teu Deus em vão; porque o Senhor não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.

4º MANDAMENTO

LEMBRA-TE DO DIA DO SÁBADO, PARA O SANTIFICAR.

Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho;
MAS O SÉTIMO DIA É O SÁBADO DO SENHOR TEU DEUS.

Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas.

Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, E AO SÉTIMO DIA DESCANSOU; POR ISSO O SENHOR ABENÇOOU O DIA DO SÁBADO, E O SANTIFICOU.

5º MANDAMENTO

Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.

6º MANDAMENTO

Não matarás.

7º MANDAMENTO

Não adulterarás.

8º MANDAMENTO

Não furtarás.

9º MANDAMENTO

Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

10º MANDAMENTO

Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

LEMBRA-TE DO DIA DO SÁBADO!

4º Mandamento

Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.

Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.

Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das tuas portas.

Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia do sábado, e o santificou.

(Êxodo 20:8-11)

BEM-AVENTURADOS OS QUE OBEDECEM A LEI DE DEUS!


Bem-aventurado aquele que lê e bem-aventurados os que ouvem as palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo. (Ap. 1:3)

PERSEVERANÇA DOS SANTOS!


Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. (Ap. 14:12)

UM SIMPLES CASO DE OBEDIÊNCIA A DEUS OU AO HOMEM!


E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus. (Ap. 12:17)

Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. (Ap. 14:12)

Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. (Mt 5:18)

Jesus veio cumprir a Lei e não abolir.

Ele "NÃO" veio fazer mudanças na Sua Lei.

Depois lhe disse: São estas as palavras que vos falei, estando ainda convosco, que importava que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos. (Lucas 24:44)

Veio dizer que aquela forma de adoração a Deus estava errada.

Tenho ainda outras ovelhas que não são deste aprisco; a essas também me importa conduzir, e elas ouvirão a minha voz; e haverá um rebanho e um pastor. (João 10:16)

Satanás utiliza a igreja (PODER ROMANO = PODER PAPAL) através do homem (PAPA) para mudar a Lei de Deus (DEZ MANDAMENTOS).

Muito em breve (uma questão de dias, meses ou anos, quem viver verá), teremos a promulgação do DECRETO DOMINICAL, já tão encabeçado pela igreja católica, que se auto intitula a representante de Deus na Terra.

O próprio Bush já vê que o papa é Deus. Então falta pouco mesmo.

A Igreja romana e suas filhas (ECUMENÍSMO), apoiada por uma grande nação, os E.U.A. (falsos cristãos e os espíritas), vão impor uma grande perseguição aos verdadeiros cristãos:

O povo de Deus que guarda o SÁBADO!

Respondendo Pedro e os apóstolos, disseram: Importa antes obedecer a Deus que aos homens. (Atos 5:29)

Pense nisto!

É PRECISO OBEDECER 10 MANDAMENTOS?


Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropeçar em um só ponto, tem-se tornado culpado de todos. (Tg 2:10)

A MISERICÓRDIA DE DEUS!

O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, e tenha misericórdia de ti; o Senhor levante sobre ti o seu rosto, e te dê a paz. (Nm. 6:24-26)

FALE COMIGO PELOS E-MAILS!

Que a graça do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo, sempre estejam presentes na sua vida, bem como na vida dos seus familiares e amigos.

Quer falar comigo?

Deixe seu recado nos e-mails:

adamsrsantos@gmail.com
adamsrsantos@hotmail.com

Tenha um bom dia, sempre na presença do Senhor Jesus!

LEIA TUDO OU QUASE TUDO - APROVEITE OS QUE EDIFICAM SUA COMUNHÃO COM DEUS!

Bíblia Sagrada - Revista e Corrigida - SBB

Bíblia Sagrada - Revista e Atualizada - SBB

Atos dos Apóstolos - Ellen G. White - CPB

Profetas e Reis - Ellen G. White - CPB

Patriarcas e Profetas - Ellen G. White - CPB

Primeiros Escritos - Ellen G. White - CPB

Nisto Cremos - Tradução de Hélio L. Grellmann - CPB

O Grande Conflito - Ellen G. White - CPB (Casa Publicadora Brasileira)

O Livro dos Espíritos - Allan Kardec - (Instituto de Difusão Espirita)

- Minha observação: O Livro dos Espíritos "NÃO" está de acordo com a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada! - Leia mais a "Bíblia" e o livro "O Grande Conflito" para entender melhor quem são os outros espíritos enganadores.

Manual de Manutenção e Expansão de PCS - Láercio Vasconcelos - MAKRON Books

Montagem, Configuração e Expansão de PCS - Laércio Vasconcelos - MAKRON Books

Manual Prático de Redes - Laércio Vasconcelos e Marcelo Vasconcelos - LVC

Hardware na Prática - Laércio Vasconcelos - LVC

Nisto Cremos - 27 Crenças

01 As Escrituras Sagradas
02 A Trindade
03 Deus Pai
04 Deus Filho
05 Deus Espírito Santo
06 A Criação
07 A Natureza do Homem
08 O Grande Conflito
09 Vida, Morte e Ressurreição de Cristo
10 A Experiência da Salvação
11 A Igreja
12 O Remanescente e Sua Missão
13 Unidade no Corpo de Cristo
14 O Batismo
15 A Ceia do Senhor
16 Dons e Ministérios Espirituais
17 O Dom de Profecia
18 A Lei de Deus
19 O Sábado
20 Mordomia
21 Conduta Cristã
22 Matrimônio e Família
23 O Ministério de Cristo no Santuário Celestial
24 A Segunda Vinda de Cristo
25 Morte e Ressurreição
26 O Milênio e o Fim do Pecado
27 A Nova Terra

NISTO CREMOS – 28 CRENÇAS FUNDAMENTAIS!

01. As Escrituras Sagradas
02. A Trindade
03. Deus Pai
04. Deus Filho
05. Deus Espírito Santo
06. Deus é o Criador
07. A Natureza do Homem
08. O Grande Conflito
09. Vida, Morte e Ressurreição de Cristo
10. A Experiência da Salvação
11. Crescimento em Cristo
12. A Igreja
13. O Remanescente e sua Missão
14. Unidade no Corpo de Cristo
15. O Batismo
16. A Ceia do Senhor
17. Dons e Ministérios Espirituais
18. O Dom de Profecia
19. A Lei de Deus
20. O Sábado
21. Mordomia
22. Conduta Cristã
23. Matrimônio e Família
24. O Ministério de Cristo no Santuário Celestial
25. A Segunda Vinda de Cristo
26. Morte e Ressurreição
27. O Milênio e o Fim do Pecado
28. A Nova Terra

NISTO CREMOS

NISTO CREMOS

Crenças Fundamentais

Os Adventistas do Sétimo Dia aceitam a Bíblia como seu único credo e mantêm crenças fundamentais como ensinam as Sagradas Escrituras. Estas crenças aqui expostas constituem a percepção e expressão que a Igreja sustém com respeito aos ensinos bíblicos.

1. As Escrituras Sagradas

As Escrituras Sagradas, o Antigo e o Novo Testamentos, são a Palavra de Deus escrita, dada por inspiração divina por intermédio de santos homens de Deus que falaram e escreveram ao serem movidos pelo Espírito Santo.

(II Pedro 1:20 e 21; II Tim. 3:16 e 17; Sal. 119:105; Prov. 30:5 e 6; Isa. 8:20; João 10:35; 17:17; I Tess. 2:13; Heb. 4:12).

2. A Trindade

Há um só Deus: Pai, Filho e Espírito Santo, uma unidade de três Pessoas coeternas. Deus é imortal, onipotente, onisciente, acima de tudo, e sempre presente.

(Deut. 6:4; 29:29; Mat. 28:19; II Cor. 13:13; Efés. 4:4-6; I Pedro 1:2; I Tim. 1:17; Apoc. 14:6 e 7).

3. Deus Pai

Deus, O Eterno Pai, é o Criador, o Originador, o Mantenedor e o Soberano de toda a criação. Ele é justo e santo, compassivo e clemente, tardio em irar-Se, e grande em constante amor e fidelidade.

(Gên. 1:1; Apoc. 4:11; I Cor. 15:28; João 3:16; I João 4:8; I Tim. 1:17: Êxo. 34:6 e 7; João 14:9).

4. Deus Filho

Deus, o Filho Eterno, encarnou-Se em Jesus Cristo. Por meio dEle foram criadas todas as coisas, é revelado o caráter de Deus, efetuada a salvação da humanidade e julgado o mundo. Jesus sofreu e morreu na cruz por nossos pecados e em nosso lugar, foi ressuscitado dentre os mortos e ascendeu para ministrar no santuário celestial em nosso favor. Virá outra vez para o livramento final de Seu povo e a restauração de todas as coisas.

(João 1:1-3 e 14; 5:22; Col. 1:15-19; João 10:30; 14:9; Rom. 5:18; 6:23; II Cor. 5:17-21; Lucas 1:35; Filip. 2:5-11; I Cor. 15:3 e 4; Heb. 2:9-18; 4:15; 7:25; 8:1 e 2; 9:28; João 14:1-3; I Ped. 2:21; Apoc. 22:20).

5. Deus Espírito Santo

Deus, o Espírito Santo, desempenhou uma parte ativa com o Pai e o Filho na Criação, Encarnação e Redenção. Inspirou os escritores das Escrituras. Encheu de poder a vida de Cristo. Atrai e convence os seres humanos; e os que se mostram sensíveis, são renovados e transformados por Ele, à imagem de Deus. Concede dons espirituais à Igreja.

(Gên. 1:1 e 2; Lucas 1:35; II Pedro 1:21; Lucas 4:18; Atos 10:38; II Cor. 3:18; Efés. 4:11 e 12; Atos 1:8; João 14:16-18 e 26; 15:26 e 27; 16:7-13; Rom. 1:1-4).

6. Deus é o Criador

Deus é o Criador de todas as coisas e revelou nas Escrituras o relato autêntico de Sua atividade criadora. “Em seis dias fez o Senhor os Céus e a Terra” e tudo que tem vida sobre a Terra, e descansou no sétimo dia dessa primeira semana.

(Gên. 1;2; Êxo. 20:8-11; Sal. 19:1-6; 33:6 e 9; 104; Heb. 11:3; João 1:1-3; Col. 1:16 e 17).

7. A Natureza do Homem

O homem e a mulher foram formados à imagem de Deus com individualidade e com o poder e a liberdade de pensar e agir. Conquanto tenham sido criados como seres livres, cada um é uma unidade indivisível de corpo, mente e alma, e dependente de Deus quanto à vida, respiração e tudo o mais. Quando nossos primeiros pais desobedeceram a Deus, negaram sua dependência dEle e caíram de sua elevada posição abaixo de Deus. A imagem de Deus, neles, foi desfigurada, e tornaram-se sujeitos à morte. Seus descendentes partilham dessa natureza caída e de suas conseqüências.

(Gên. 1:26-28; 2:7; Sal. 8:4-8; Atos 17:24-28; Gên. 3; Sal. 51:5; Rom. 5:12-17; II Cor. 5:19 e 20).
8. O Grande Conflito

Toda a humanidade está agora envolvida num grande conflito entre Cristo e Satanás, quanto ao caráter de Deus, Sua Lei e Sua soberania sobre o Universo. Esse conflito originou-se no Céu, quando um ser criado, dotado de liberdade de escolha, por exaltação própria, tornou-se Satanás, o adversário de Deus, e conduziu à rebelião uma parte dos anjos. Ele introduziu o espírito de rebelião neste mundo. Observado por toda a Criação, este mundo tornou-se o palco do conflito universal, dentro do qual será finalmente vindicado o Deus de amor.

(Apoc. 12:4-9; Isa. 14:12-14; Ezeq. 28:12-18; Gên. 3; Gên. 6-8; II Pedro 3:6; Rom. 1:19-32; 5:19-21; 8:19-22; Heb. 1:4-14; I Cor. 4:9).

9. Vida, Morte e Ressurreição de Cristo

Na vida de Cristo, de perfeita obediência à vontade de Deus, e em Seu sofrimento, morte e ressurreição, Deus proveu o único meio de expiação do pecado humano, de modo que os que aceitam essa expiação, pela fé, possam ter vida eterna, e toda a Criação compreenda melhor o infinito e santo amor do Criador.

(João 3:16; Isa. 53; II Cor. 5:14, 15 e 19-21; Rom. 1:4; 3:25; 4:25; 8:3 e 4; Filip. 2:6-11; I João 2:2; 4:10; Col. 2:15).

10. A Experiência da Salvação

Em infinito amor e misericórdia, Deus fez com que Cristo Se tornasse pecado por nós, para que nEle fôssemos feitos justiça de Deus. Guiados pelo Espírito Santo reconhecemos nossa pecaminosidade, arrependemo-nos de nossas transgressões e temos fé em Jesus como Senhor e Cristo, como Substituto e Exemplo. Esta fé que aceita a salvação, advém do poder da Palavra e é o dom da graça de Deus. Por meio de Cristo somos justificados e libertados do domínio do pecado. Por meio do Espírito, nascemos de novo e somos justificados. Permanecendo nEle, tornamo-nos participantes da natureza divina e temos a certeza da salvação agora e no Juízo.

(Sal. 27:1; Isa. 12:2; Jonas 2:9; João 3:16; II Cor. 5:17-21; Gál. 1:4; 2:19 e 20; 3:13; 4:4-7; Rom. 3:24-26; 4:25; 5:6-10; 8:1-4, 14, 15, 26 e 27; 10:7; I Cor. 2:5; 15:3 e 4; I João 1:9; 2:1 e 2; Efés. 2:5-10; 3:16-19; Gál. 3:26; João 3:3-8; Mat. 18:3; I Pedro 1:23; 2:21; Heb. 8:7-12).

11. Crescimento em Cristo

Por sua morte na cruz, Jesus triunfou sobre as forças do mal. Ele, que subjugou os espíritos demoníacos durante Seu ministério terrestre, quebrantou o poder deles e garantiu Sua condenação final. A vitória de Jesus nos dá a vitória sobre as forças do mal que ainda buscam controlar-nos, enquanto caminhamos com Cristo em paz, gozo e na segurança de Seu amor. Agora, o Espírito Santo mora em nosso interior e nos dá poder. Continuamente consagrados a Jesus como nosso Salvador e Senhor, somos libertos do fardo de nossas ações passadas. Não mais vivemos nas trevas, sob o temor dos poderes do mal, da ignorância e a insensatez de nossa antiga maneira de viver. Nesta nova liberdade em Jesus, somos chamados a crescer à semelhança de Seu caráter, mantendo uma comunhão diária com Ele por meio da oração, alimentando-nos de Sua Palavra, meditando nela e na providência divina, cantando em Seu louvor, reunindo-nos para adorá-Lo e participando na missão da Igreja. Ao entregar-nos ao Seu amorável serviço por aqueles que nos rodeiam e ao testemunharmos de sua salvação, a presença constante do Senhor em nós, por meio do Espírito, transforma cada momento e cada tarefa em uma experiência espiritual.

(Sal. 1:1,2; 23:4; 77:11,12; Col. 1:13, 14; 2:6, 14,15; Luc. 10:17-20; Efés. 5:19, 20; 6:12-18; I Tess. 5:23; II Pedro 2:9; 3:18; II Cor. 3:17,18; Filip. 3:7-14; I Tess. 5:16-18; Mat. 20:25-28; João 20:21; Gál. 5:22-25; Rom. 8:38,39; I João 4:4; Heb. 10:25.

12. A Igreja

A Igreja é a comunidade de crentes que confessam a Jesus Cristo como Senhor e Salvador. Unimo-nos para prestar culto, para comunhão, para instrução na Palavra, para a celebração da Ceia do Senhor, para o serviço a toda a humanidade e para a proclamação mundial do Evangelho. A Igreja é a Família de Deus. A Igreja é o corpo de Cristo.

(Gên. 12:3; Atos 7:38; Mat. 21:43; 16:13-20; João 20:21 e 22; Atos 1:8; Rom. 8:15-17; I Cor. 12:13-27; Efés. 1:15 e 23; 2:12; 3:8-11 e 15; 4:11-15).

13. O Remanescente e sua Missão

A Igreja universal compõe-se de todos os que verdadeiramente crêem em Cristo; mas, nos últimos dias, um remanescente tem sido chamado para fora, a fim de guardar os mandamentos de Deus e a fé de Jesus. Este remanescente anuncia a chegada da hora do Juízo, proclama a salvação por meio de Cristo e prediz a aproximação de Seu segundo advento.

(Mar. 16:15; Mat. 28:18-20; 24:14; II Cor. 5:10; Apoc. 12:17; 14:6-12; 18:1-4; Efés. 5:22-27; Apoc. 21:1-14).

14. Unidade no Corpo de Cristo

A Igreja é um corpo com muitos membros, chamados de toda nação, tribo, língua e povo. Todos somos iguais em Cristo. Mediante a revelação de Jesus Cristo nas Escrituras, partilhamos a mesma fé e esperança e estendemos um só testemunho para todos. Essa unidade encontra sua fonte na unidade do Deus triúno, que nos adotou como Seus filhos.

(Sal. 133:1; I Cor. 12:12-14; Atos 17:26 e 27; II Cor. 5:16 e 17; Gál. 3:27-29; Col. 3:10-15; Efés. 4:1-6; João 17:20-23; Tiago 2:2-9; I João 5:1).

15. O Batismo

Pelo batismo confessamos nossa fé na morte e na ressurreição de Jesus Cristo e atestamos nossa morte para o pecado e nosso propósito de andar em novidade de vida, sendo aceitos como membros por Sua Igreja. É por imersão na água e segue-se à instrução nas Escrituras Sagradas e à aceitação de seus ensinos.

(Mat. 3:13-16; 28:19 e 20; Atos 2:38; 16:30-33; 22:16; Rom. 6:1-6; Gál. 3:27; I Cor. 12:13; Col. 2:12 e 13; I Pedro 3:21).

16. A Ceia do Senhor

A Ceia do Senhor é uma participação nos emblemas do corpo e do sangue de Jesus, como expressão de fé nEle, nosso Senhor e Salvador. A preparação envolve o exame de consciência, o arrependimento e a confissão. O Mestre instituiu a Cerimônia do lava-pés para representar renovada purificação, para expressar a disposição de servir um ao outro em humildade semelhante à de Cristo, e para unir nossos corações em amor.

(Mat. 26:17-30; I Cor. 11:23-30; 10:16 e 17; João 6:48-63; Apoc. 3:20; João 13:1-17).

17. Dons e Ministérios Espirituais

Deus concede a todos os membros de Sua Igreja, em todas as épocas, dons espirituais. Sendo outorgados pela atuação do Espírito Santo, o Qual distribui a cada membro como Lhe apraz, os dons provêem todas as aptidões e ministérios de que a Igreja necessita para cumprir suas funções divinamente ordenadas. Alguns membros são chamados por Deus e dotados pelo Espírito para funções reconhecidas pela Igreja em ministérios pastorais, evangelísticos, apostólicos e de ensino.

(Rom. 12:4-8; I Cor. 12:9-11, 27 e 28; Efés. 4:8 e 11-16; II Cor. 5:14-21; Atos 6:1-7; I Tim. 2:1-3; I Pedro 4:10 e 11; Col. 2:19; Mat. 25:31-36).

18. O Dom de Profecia

Um dos dons do Espírito Santo é a profecia. Este dom é uma característica da Igreja remanescente e foi manifestado no ministério de Ellen G. White. Como a mensageira do Senhor, seus escritos são uma contínua e autorizada fonte de verdade e proporcionam conforto, orientação, instrução e correção à Igreja.

(Joel 2:28 e 29; Atos 2:14-21; Heb. 1:1-3; Apoc. 12-17; 19:10).

19. A Lei de Deus

Os grandes princípios da Lei de Deus são incorporados nos Dez Mandamentos e exemplificados na vida de Cristo. Expressam o amor, a vontade e os propósitos de Deus acerca da conduta e das relações humanas, e são obrigatórios a todas as pessoas, em todas as épocas. Esses preceitos constituem a base do concerto de Deus com Seu povo e a norma do julgamento de Deus.

(Êxo. 20:1-17; Mat. 5:17; Deut. 28:1-14; Sal. 19:7-13; João 14:15; Rom. 8:1-4; I João 5:3; Mat. 22:36-40; Efés. 2:8).

20. O Sábado

O bondoso Criador, após os seis dias da Criação, descansou no sétimo dia e instituiu o Sábado para todas as pessoas, como memorial da Criação. O quarto mandamento da imutável Lei de Deus requer a observância deste Sábado do sétimo dia como dia de descanso, adoração e ministério, em harmonia com o ensino e prática de Jesus, o Senhor do Sábado.

(Gên. 2:1-3; Êxo. 20:8-11; 31:12-17; Lucas 4:16; Heb. 4:1-11; Deut. 5:12-15; Isa. 56:5 e 6; 58:13 e 14; Lev. 23:32; Mar. 2:27 e 28).

21. Mordomia

Somos despenseiros de Deus, responsáveis a Ele pelo uso apropriado do tempo e das oportunidades, capacidades e posses, e das bênçãos da Terra e seus recursos, que Ele colocou sob o nosso cuidado. Reconhecemos o direito de propriedade da parte de Deus, por meio de fiel serviço à Ele e a nossos semelhantes, e devolvendo os dízimos e dando ofertas para a proclamação de Seu Evangelho e para a manutenção e o crescimento de Sua igreja.

(Gên. 1:26-28; 2:15; Ageu 1:3-11; Mal. 3:8-12; Mat. 23:23; I Cor. 9:9-14).


22. Conduta Cristã

Somos chamados para ser um povo piedoso, que pensa, sente e age de acordo com os princípios do Céu. Para que o Espírito recrie em nós o caráter de nosso Senhor, só nos envolvemos naquelas coisas que produzirão em nossa vida, pureza, saúde e alegria semelhantes às de Cristo.

(I João 2:6; Efés. 5:1-13; Rom. 12:1 e 2; I Cor. 6:19 e 20; 10:31; I Tim. 2:9 e10; Lev. 11:1-47; II Cor. 7:1; I Pedro 3:1-4; II Cor. 10:5; Filip. 4:8).

23. Matrimônio e Família

O Casamento foi divinamente estabelecido no Éden e confirmado por Jesus como união vitalícia entre um homem e uma mulher, em amoroso companheirismo. Para o cristão, o compromisso matrimonial é com Deus, bem como com o cônjuge, e só deve ser assumido entre parceiros que partilham da mesma fé. No tocante ao divórcio, Jesus ensinou que a pessoa que se divorcia do cônjuge, a não ser por causa de fornicação, e se casa com outro, comete adultério. Deus abençoa a família e tenciona que seus membros ajudem um ao outro a alcançar completa maturidade. Os pais devem educar os seus filhos a amar o Senhor e a obedecer-Lhe.

(Gên. 2:18-25; Deut. 6:5-9; João 2:1-11; Efés. 5:21-33; Mat. 5:31 e 32; 19:3-9; Prov. 22:6; Efés. 6:1-4; Mal. 4:5 e 6; Mar. 10:11 e 12; Lucas 16:18; I Cor. 7:10 e 11).

24. O Ministério de Cristo no Santuário Celestial

Há um santuário no Céu. Nele Cristo ministra em nosso favor, tornando acessíveis aos crentes os benefícios de Seu sacrifício expiatório oferecido uma vez por todas, na cruz. Ele foi empossado como nosso grande Sumo Sacerdote e começou Seu ministério intercessório por ocasião de Sua ascensão. Em 1844, no fim do período profético dos 2.300 dias, Ele iniciou a segunda e última etapa de Seu ministério expiatório. O juízo investigativo revela aos seres celestiais quem dentre os mortos será digno de ter parte na primeira ressurreição. Também torna manifesto quem, dentre os vivos, está preparado para a trasladação ao Seu reino eterno. A terminação do ministério de Cristo assinalará o fim do tempo da graça para os seres humanos, antes do Segundo advento.

(Heb. 1:3; 8:1-5; 9:11-28; Dan. 7:9-27; 8:13 e 14; 9:24-27; Núm. 14:34; Ezeq. 4:6; Mal. 3:1; Lev. 16; Apoc. 14:12; 20:12; 22:12).

25. A Segunda Vinda de Cristo

A segunda vinda de Cristo é a bendita esperança da Igreja. A vinda do Salvador será literal, pessoal, visível e universal.

(Tito 2:13; João 14:1-3; Atos 1:9-11; I Tess. 4:16 e 17; I Cor. 15:51-54; II Tess. 2:8; Mat. 24; Mar. 13; Lucas 21; II Tim. 3:1-5; Joel 3:9-16; Heb. 9:28).


26. Morte e Ressurreição

O salário do pecado é a morte. Mas Deus, o único que é imortal, concederá vida eterna a Seus remidos. Até aquele dia, a morte é um estado inconsciente para todas as pessoas.

(I Tim. 6:15 e 16; Rom. 6:23; I Cor. 15:51-54; Ecles. 9:5 e 6; Sal. 146:4; I Tess. 4:13-17; Rom. 8:35-39; João 5:28 e 29; Apoc. 20:1-10; João 5:24).

27. O Milênio e o Fim do Pecado

O milênio é o reinado de mil anos, de Cristo com Seus santos, no Céu, entre a primeira e a segunda ressurreições. Durante este tempo serão julgados os ímpios mortos. No fim desse período, Cristo com Seus Santos e a Cidade Santa descerão do Céu à Terra. Os ímpios mortos serão então ressuscitados e, com Satanás e seus anjos, cercarão a cidade; mas fogo de Deus os consumirá e purificará a Terra. O Universo ficará assim eternamente livre do pecado e dos pecadores.

(Apoc. 20; Zac. 14:1-4; Mal. 4:1; Jer. 4:23-26; I Cor. 6; II Pedro 2:4; Ezeq. 28:18; II Tess. 1:7-9; Apoc. 19:17, 18 e 21).

28. A Nova Terra

Na Nova Terra, em que habita justiça, Deus proverá um lar eterno para os remidos e um ambiente perfeito para vida, amor, alegria e aprendizado eternos, em Sua presença.

(II Pedro 3:13; Gên. 17:1-8; Isa. 35; 65:17-25; Mat. 5:5; Apoc. 21:1-7; 22:1-5; 11:15).

Fonte:
http://www.portaladventista.com/site/

ESTUDO BÍBLICO - Ouvindo a Voz de Deus

ESTUDO 01 - Ouvindo a Voz de Deus – A Bíblia Sagrada

ESTUDO 02 - Ouvindo a Voz de Deus – A beleza da criação divina

ESTUDO 03 - Ouvindo a Voz de Deus – A origem do mal

ESTUDO 04 - Ouvindo a Voz de Deus – O plano da salvação

ESTUDO 05 - Ouvindo a Voz de Deus – Fé, arrependimento e confissão

ESTUDO 06 - Ouvindo a Voz de Deus – Sinais da volta de Cristo

ESTUDO 07 - Ouvindo a Voz de Deus – A volta de Cristo

ESTUDO 08 - Ouvindo a Voz de Deus – O Milênio

ESTUDO 09 - Ouvindo a Voz de Deus – A verdade sobre a morte

ESTUDO 10 - Ouvindo a Voz de Deus – A Nova Terra

ESTUDO 11 - Ouvindo a Voz de Deus – Salvação pela graça

ESTUDO 12 - Ouvindo a Voz de Deus – O santuário de Deus

ESTUDO 13 - Ouvindo a Voz de Deus – O Juízo

ESTUDO 14 - Ouvindo a Voz de Deus – As leis na Bíblia

ESTUDO 15 - Ouvindo a Voz de Deus – A lei moral

ESTUDO 16 - Ouvindo a Voz de Deus – O mandamento esquecido

ESTUDO 17 - Ouvindo a Voz de Deus – Do sábado para o domingo

ESTUDO 18 - Ouvindo a Voz de Deus – Princípios de saúde

ESTUDO 19 - Ouvindo a Voz de Deus – O dom de profecia